FORMAÇÃO
Diferentes cores na liturgia | Portal Frutos de Maria - Formação
Diferentes cores na liturgia
Por que usamos diferentes cores na liturgia?
23/12/2016
Diferentes cores na liturgia
Conheça as cores usadas em cada tempo litúrgico da Igreja

A liturgia da Igreja Católica é rica em símbolos e significados, os quais expressam o que se crê e vive no cotidiano do decorrer do Ano Litúrgico. Nesta dinâmica da liturgia, há as cores litúrgicas que diz do mistério celebrado e experienciado na vida cristã.

No número 345 da Introdução Geral do Missal Romano (IGMR), sobre as cores em relação as vestes, diz: “A diversidade de cores das vestes sagradas tem por finalidade exprimir externamente, de modo mais eficaz, por um lado o caráter peculiar dos mistérios da fé que se celebram; por outro, o sentido progressivo da vida cristã ao longo do Ano Litúrgico”. Por meio das cores, a liturgia sagrada da Igreja apresenta uma linguagem própria, que envolve os cristãos no Mistério Pascal de Jesus Cristo.

Com isso, as cores litúrgicas, segundo o uso tradicional, conforme a “IGMR” são seis: verde, branco, vermelho, roxo, preto e rosa. Vejamos a seguir sobre o uso de cada uma delas:
Verde

É a cor usada nos domingos do Tempo Comum e também nos dias da semana. Simboliza a esperança.

Branco
É usado nas “Missas do Tempo Pascal e do Natal do Senhor. Além disso, é também usado nas celebrações do Senhor, exceto as da Paixão; nas celebrações da bem-aventurada Virgem Maria, dos Anjos e dos Santos não Mártires; nas solenidades de Todos os Santos (1º de novembro); de São João Batista (24 de junho) e nas festas de São João Evangelista (27 de dezembro). A cor branca é também usada na celebração da Cadeira de São Pedro (22 de fevereiro) e na conversão de São Paulo (25 de janeiro)” (cf. IGMR, n. 346).

As cores dourada e prateada podem ser usadas nos dias festivos em substituição ao branco.

A cor azul também pode ser usada nas Festas e Solenidades da Santíssima Virgem Maria.
Vermelho

Lembra o fogo do Espírito Santo, por isso é a cor de Pentecostes. Também lembra sangue, e é a cor usada nas Festas dos Santos Mártires, no Domingo da Paixão (Domingo de Ramos) e na Sexta-feira Santa.

Roxo
A cor roxa é usada no Tempo do Advento e da Quaresma. Pode usar-se também nos Ofícios e Missas de defuntos.

Preto
A cor preta pode ser usada, onde for costume, nas Missas pelos defuntos conforme está na “IGMR”. Esta é uma cor pouco utilizada.

Rosa
O rosa é usado, onde for costume, nos Domingos Gaudete (III do Advento) e Laetare (IV da Quaresma).

Assim, sobre as vestes e ornamentação é importante observar a tradição no uso das cores litúrgicas, pois os Documentos da Igreja sempre trazem orientações adequadas.

A Instrução Redemptionis Sacramentum, no número 127, ensina que, “a fim de conservar o patrimônio da Igreja, é impróprio estendê-las às inovações, para que assim não se percam os costumes transmitidos e o sentido de que estas normas da tradição não sofram menosprezo, pelo uso de formas e cores de acordo com a inclinação de cada um”. Ou seja, a Igreja proporciona, dentro do contexto litúrgico, as cores próprias para cada tempo e momento; com isso, não cabe decisões pessoais sobre qual cor utilizar na liturgia.

A Constituição Conciliar Sacrosanctum Concilium expressa que “é desejo ardente da Mãe Igreja que todos os fiéis cheguem à plena, consciente e ativa participação nas celebrações litúrgicas, que a própria natureza da liturgia exige e que é, em virtude do seu batismo, um direito e um dever do povo cristão”.

Tags:


Compartilhe:

Frutos de Maria - "Construindo a Civilização do Amor"
© 2008 - 2017 Todos os direitos reservados.